(41) 99201 2700 (41) 3027 7200 sergiocorreia2700@me.com

Fratura dental: atendimento rápido ajuda a preservar o sorriso

Uma queda ou um amendoim mais duro podem causar a fratura dental em Curitiba: busque o dentista de imediato nesse tipo de situação

Acidentes acontecem, a gente sabe. E, normalmente, quando menos se espera. Não raro, eles influenciam na estrutura dentária: pode ser uma queda, batida, ou um simples amendoim; pode ser leve e sem grandes preocupações ou algo complexo. O importante é procurar um dentista de imediato.

“É essencial uma análise nas primeiras horas da fratura dental, para se avaliar a gravidade. Ela pode somente envolver o esmalte ou expor a dentina ou a polpa, exigindo intervenção imediata”, afirma Sergio Correia, dentista em Curitiba com atendimento no Batel.

Casos de fratura dental

As situações mais simples acometem o esmalte dentário, geralmente ocasionada por quedas. Elas apenas desalinham os dentes, não têm sintomas ou comprometimento da funcionalidade, e podem ser corrigidas com restaurações rápidas.

Quando a dentina fica exposta, ela pode gerar um pouco de sensibilidade, mas sem comprometer a mastigação. O tratamento também é feito por meio da restauração, com resina composta ou coroa, caso a exposição seja grande.

Já em ocasiões em que a polpa fica exposta, é necessário estabilizar o dente com urgência. Isso faz com que as dores e os incômodos diminuam, além de minimizar o sangramento e a mobilidade do dente fraturado.

“Na maioria dos casos, é importante realizar um exame de imagem, para se certificar do diagnóstico e evitar a perda dental nos casos mais agressivos”, alega Correia.

Outras fraturas

Existem ainda outros tipos de fraturas, como a avulsão dental, quando o dente é deslocado em sua totalidade da cavidade bucal. Neste caso, o atendimento imediato é fundamental para o reposicionamento do dente.

Dentes com próteses também podem sofrer lesões e necessitar de tratamento de urgência para evitar o agravamento. Sinais como sangramento, muita mobilidade ou até a perda da prótese com frequência podem indicar fratura.

A fratura em dente com prótese pode ser causada por inúmeras causas, por exemplo: cárie radicular ou infiltração; erro em tratamento de canal; retração gengival; má formação das raízes.

Veja outras situações em que os dentes quebram aqui.

O que fazer?

De imediato, entre em contato com o seu dentista. Pode ser leve ou grave, é importante que ele tenha conhecimento e possa orientar da maneira correta. Tão importante quanto o contato é a sinceridade: fraturar o dente comendo ou caindo pode fazer diferença para a estrutura dental e para o tipo de tratamento escolhido pelo profissional.

Ao mesmo tempo, cuide do seu dente, caso ele seja localizado. Manter em um copo com leite ajuda a preservá-lo e facilita o reaproveitamento.

Prevenção

Proteger os dentes é a melhor maneira de prevenir as fraturas dentais. Isso é possível com o uso de protetor bucal, o mesmo utilizado por atletas de lutas, por exemplo, ou por pessoas que sofrem de bruxismo. Pode-se fazer protetor bucal sob medida, de resina, moldado com a arcada do paciente, e utilizá-lo nas mais diversas ocasiões.

Precisa de um dentista para tratar uma fratura dental em Curitiba? Entre em contato com a Clínica Sergio Correia e agende um horário.

Informações do Autor

Dr. Sergio Correia

Formado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 1997. Professor do Curso de Resolução Cirúrgica de Dentes Inclusos ABO-PR. Especialista em Dentística Restauradora ABO-PR (Latu Sensu). Especialista em Periodontia ABO-PG (Latu Sensu). Credenciado Sistema Neoguide de Implantes. Pós Graduado em Implantes Ilapeo/PR. Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE). Membro International Federation of Esthetics Dentistry (IFED).