(41) 99201 2700 (41) 3027 7200 sergiocorreia2700@me.com

Prevenção: saiba se você já tem uma doença periodontal

As periodontites e gengivites podem causar a perda de dentes; veja alguns sinais que mostram o indício da doença periodontal

De uma simples inflamação a uma infecção grave, a doença periodontal pode causar sérios transtornos na saúde bucal de qualquer paciente, incluindo a perda do dente. Saber diagnosticar uma doença periodontal, seja ela uma periodontite ou uma gengivite, é o primeiro passo para iniciar o tratamento. Assim como qualquer outra enfermidade, quanto mais precoce o diagnóstico, mais simples o tratamento.

Para isso, listamos alguns sinais da presença de doenças periodontais que exigem a procura do dentista o quanto antes para a avaliação precisa e a indicação do melhor tratamento. Vamos lá?

Mau hálito

Sabia que um simples e corriqueiro mau hálito pode levar a uma periodontite? O acúmulo de alimentos abaixo da gengiva ou entre os dentes é um dos causadores do mau hálito e, se não for removido, pode agravar, afetando tanto a saúde quanto a convivência social. Por isso, a limpeza periódica em consultório é fundamental, mesmo que sua escovação seja diária e correta.

Sangramento na gengiva

Gengiva sangrando? Fique atento! Seja ao comer ou higienizar os dentes – com a escova ou fio dental -, o sangramento indica a presença de uma infecção. Placas bacterianas deixam o tecido mais sensível ao sangramento, por isso, é fundamental removê-las o mais breve possível.

Sensibilidade

Aquele arrepio ao beber algo muito gelado ou sensação de que os dentes estão abalados e mudando que posição? Os dentes sensíveis podem ser sinal de que a gengiva está com muita placa acumulada, um dos principais indícios para as periodontites.

Retração gengival

Outra consequência da periodontite não tratada: a gengiva retrai, podendo causar a perda do dente. Escovação adequada e uso de bochechos específicos, conforme a orientação do profissional, podem minimizar o problema.

Em todos esses casos, a procura pelo dentista é fundamental, pois só ele poderá fazer uma limpeza completa e um diagnóstico preciso para o tratamento mais eficiente. E você, tem algum desses sintomas? Que tal realizar a sua avaliação periódica para se certificar de que está tudo certo? Agende a sua consulta.

Informações do Autor

Dr. Sérgio Correia