(41) 99201 2700 (41) 3027 7200 sergiocorreia2700@me.com
perda de dente

Perda de facetas de porcelana têm conserto

Image: Reprodução internet

Facetas de porcelana, lentes de contato, implante dentário ou o próprio dente do paciente podem ser recuperados 

No último sábado, o jogador de futebol Otero, do Corinthians, protagonizou algo incomum em um jogo de futebol: a perda de facetas de porcelana/ lentes de contato dentais após uma trombada com um adversário na partida diante do Atlético-GO. O episódio viralizou nas redes sociais e gerou algumas piadas, inclusive por parte do próprio jogador.

A perda de facetas de porcelana/lentes de contato não é uma situação corriqueira em quem realizou o procedimento. No caso do jogador, o choque decorrente da trombada em outro jogador justifica o problema. Mas a cantora Simaria se envolveu em um caso parecido tempos atrás e perdeu seus novos dentes sem uma causa óbvia, como a de Otero. Segundo ela, o tratamento foi feito por uma pessoa desqualificada, o que gerou a situação.

“Procurar por profissionais capacitados e com qualificação é essencial para um bom trabalho, pois o tamanho, a tonalidade e a harmonia do sorriso influenciam no procedimento. Nós atuamos em parceria com o protético, que está inteirado em todo o processo e alinhado com o resultado que o paciente almeja”, comenta o dentista Sergio Correia, com mais de 20 anos de experiência em facetas de porcelana. 

É importante salientar que nem sempre o que o paciente quer é a melhor opção para ele, mas, sim, repetir um padrão visto na televisão ou em suas redes sociais.

No caso de Otero, o jogador já teve seus dentes recolocados no dia seguinte, e o sorriso já estava normalizado ao fim do dia. A cantora, por outro lado, precisou reavaliar a situação do seu sorriso com outro profissional e refazer o procedimento — o famoso barato que sai caro.

Contra-indicações

Como as facetas e as lentes são muito finas, pode ocorrer o descolamento com atos repetidos e frequentes, como roer as unhas, bruxismo ou apertamento dental, por exemplo. Também é preciso avaliação do profissional para determinar se os dentes e a estrutura dental comportam o procedimento.

“A avaliação é feita pelo profissional, e os cuidados após a colocação são como os de um dente comum, a escovação deve ser realizada normalmente, assim como o uso de enxaguante e fio dental”, explica Correia.  

Uma das medidas preventivas para a quebra e queda do dente é o uso de protetores bucais, comumente utilizados por atletas ou pessoas que sofrem de bruxismo ao dormir. Embora existam protetores que possam ser adquiridos em farmácias ou online, o ideal é que o paciente faça o seu de forma personalizada.

“É possível evitar a quebra, principalmente em pessoas que praticam atividades físicas de contato. No consultório conseguimos fazer um molde personalizado de acordo com a arcada do paciente”, diz o dentista, que atende em consultório próprio no Batel, em Curitiba.

Informações do Autor

Dr. Sergio Correia

Formado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 1997. Professor do Curso de Resolução Cirúrgica de Dentes Inclusos ABO-PR. Especialista em Dentística Restauradora ABO-PR (Latu Sensu). Especialista em Periodontia ABO-PG (Latu Sensu). Credenciado Sistema Neoguide de Implantes. Pós Graduado em Implantes Ilapeo/PR. Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE). Membro International Federation of Esthetics Dentistry (IFED).