(41) 99201 2700 (41) 3027 7200 sergiocorreia2700@me.com
Attractive business woman working on laptop at office. Business people.

Odontologia em Curitiba: mitos e dúvidas sobre a higiene bucal

Especialista em Odontologia em Curitiba, Sergio Correia dá dicas sobre temas que costumam gerar dúvidas em seus pacientes

A internet está repleta de informações sobre os mais variados assuntos e nem sempre se pode confiar em tudo o que se lê. Quem nunca digitou uma perguntinha para o amigo Google responder? Mas quando o assunto é saúde, o risco é ainda maior, visto que um dado equivocado pode repercutir negativamente na qualidade de vida de uma pessoa.

Seja para perguntas básicas ou complexas, sanar dúvidas pela internet não dispensa (de forma alguma) a visita periódica ao dentista. Mesmo que não haja pergunta, a limpeza e check-up devem ser feitos regularmente.

Por esse motivo, o Dr. Sergio Correia, que atua com odontologia em Curitiba há mais de 20 anos, traz algumas informações importantes para os pacientes, tomando como base uma série de dúvidas apresentadas em consultas.

Se minha gengiva sangrar, eu não devo escovar os meus dentes.

É justamente o contrário. O sangramento das gengivas indica que a higiene não está sendo realizada da forma correta – sem o uso do fio dental, por exemplo. Se a gengiva sangra, o paciente deve ter mais atenção durante a higiene, pois, se isso não ocorrer, a situação pode evoluir para algo mais grave, como uma gengivite ou periodontite.

Pastas de dentes abrasivas limpam mais.

Olhar o rótulo é algo importante na saúde bucal. O grau de abrasividade de uma pasta precisa ser analisado, pois contribui para promover uma limpeza mais profunda dos dentes e do polimento dental. Apesar da limpeza, essa substância risca o esmalte e pode gerar prejuízos mais graves no longo prazo. Uma dica é colocar a pasta nos dedos e sentir se a textura do creme ou gel lembra os grãos de areia. Se a resposta for sim, evite o uso.

Só devo trocar de escovas quando as cerdas se deformarem.

A vida útil de uma escova de dentes varia entre dois e três meses. Não é indicado permanecer mais tempo com uma escova. Já trouxemos, no blog, dicas para escolher pasta e escova e para protegê-los. Portanto, tenha o cuidado e não espere as cerdas se deformarem para tomar uma atitude.

O enxaguante bucal substitui a escovação.

Em hipótese alguma, especialmente no período noturno. Na realidade, nem todo paciente deve usar os enxaguantes bucais – o ideal seria se consultar com um dentista para identificar a necessidade. E, mesmo que ele deva ser usado, trata-se apenas de um complemento para a higiene bucal, jamais substituindo a escovação ou o fio dental. Confira, neste post, como você deve escovar os dentes.

Devo escovar os dentes logo após as refeições.

Não, o ideal é aguardar cerca de 30 minutos. Por quê? Após comermos, a saliva age na boca e auxilia a neutralizar o Ph dos alimentos e bebidas ingeridos. Depois desse período, a escovação tende a ser mais efetiva.

Escovar os dentes demais é positivo.

Não se deve ultrapassar 3 ou 4 vezes de escovação por dia. No longo prazo, pessoas que escovam os dentes demais tendem a prejudicar o esmalte e gerar problemas para as gengivas. Por isso, evite exagerar.

Cáries e placa bacteriana

– Se eu não escovar os dentes após comer doce, terei cárie? As cáries surgem em qualquer idade? Em quanto tempo se forma a placa bacteriana?

“Não come muito açúcar porque vai dar cárie”! Essa frase é muito falada pelas mães, para evitar que os filhos comam quilos e quilos de açúcar, presentes em doces, balas, chocolates… Fato é que, o açúcar, por si só, não causa as cáries, mas a falta dos hábitos adequados de higiene.

“O que resulta nas cáries é a ingestão de açúcar sem a higienização posterior”, explica Sergio Correia, dentista em Curitiba com clínica própria no Batel. Ou seja, apesar de o açúcar não ser o grande vilão, comer balas durante a tarde todos os dias e não escovar os dentes após pode se tornar um problema.

E sim, a cárie pode aparecer em qualquer idade! Por isso, a boa higienização é fundamental desde pequeno.

A formação da placa bacteriana acontece, aproximadamente, em 48 horas. Apesar de ser um longo tempo, não demore demais para escovar os dentes após as refeições: como dito acima, recomenda-se entre 20 a 30 minutos após a ingestão. Antes disso, a saliva trabalhará um pouco.

Fluor e escovas dentais

– O fluor prejudica os dentes? Manchas brancas podem ser ocasionadas por ele? Qual escova dentária usar em bebês e crianças?

O fluor pode ser prejudicial somente quando usado em excesso, principalmente por menores de 6 anos. A flourose pode causar manchas brancas ou amarronzadas, além de deixar o esmalte dos dentes mais porosos. Por isso, é importante usar pasta ou gel dental com pouco fluor, bem como dosar as quantidades utilizadas em cada escovação, além de ficar de olho na higienização das crianças.

Falando nos pequenos, a higienização bucal começa desde bebê, a partir do nascimentos dos primeiros dentinhos. É possível usar escova de dedo ou com a cabeça bem pequena, própria para bebês. Antes disso, limpeza com gaze sempre após a amamentação, apenas para manter a gengiva limpa

Tem mais alguma dúvida? Entre em contato com o Dr. Sergio Correia e traga suas sugestões para o blog.

Informações do Autor

Dr. Sergio Correia

Formado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 1997. Professor do Curso de Resolução Cirúrgica de Dentes Inclusos ABO-PR. Especialista em Dentística Restauradora ABO-PR (Latu Sensu). Especialista em Periodontia ABO-PG (Latu Sensu). Credenciado Sistema Neoguide de Implantes. Pós Graduado em Implantes Ilapeo/PR. Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE). Membro International Federation of Esthetics Dentistry (IFED).