(41) 99201 2700 (41) 3027 7200 sergiocorreia2700@me.com

Coronavírus: prevenção à saúde de todos

Cuidados devem ser intensos também por parte dos profissionais da saúde; Clínica Sergio Correia adotou os procedimentos recomendados pelo CFO

Em tempos de pandemia da Covid-19, o coronavírus que se espalhou rapidamente pelo mundo, alguns cuidados devem ser tomados não só pela população, mas também pelos profissionais da odontologia, que atendem pacientes diariamente. O Conselho Federal de Odontologia (CFO) orienta que os dentistas redobrem os cuidados, usando os equipamentos de proteção individual (EPIs) e evitando ao máximo a exposição.

Todo paciente que estiver sintomático deve desmarcar a consulta e procurar ajuda médica. Em caso de indícios do vírus detectados durante a anamnese, o paciente deve ser encaminhado ao atendimento médico já com a observação. É importante questionar se o paciente teve febre, problemas respiratórios, tosse, contato ou esteve em localidades com notificação de transmissão nos últimos 14 dias. 

Caso algumas das respostas sejam afirmativas e o paciente apresente temperatura acima de 37,3 graus, o mesmo deve ser colocado de imediato em quarentena, interrompendo o atendimento clínico.

Cuidados dentista Covid-19

Habitualmente, a higienização já é realizada com rigorosidade no consultório odontológico. Agora, a atenção é ainda maior. Mãos bem lavadas antes e depois de retirar as luvas com sabão ou álcool gel 70%. Luvas, óculos e proteção facial são essenciais e devem ser descartados e/ou higienizados a cada consulta. Pacientes também podem usar proteção, como sapatilhas, gorros e óculos de proteção.

Todo o material precisa ser bem esterilizado em autoclaves e uma desinfecção rigorosa do consultório – maçaneta, cadeiras, banheiro, poltronas – deve ser constante com produtos de alto nível, como peróxido de hidrogênio a 0,5%. Na Clínica Sergio Correia, é usado o ácido peracético, que contém o peróxido em sua fórmula e é altamente recomendado para higienização de equipamentos.

O período de incubação do vírus, isto é, do contato ao início dos sintomas, varia entre 5 e 14 dias. Desde já, devem-se evitar as aglomerações e, além de manter a saúde dos dentes em dia, recomenda-se realizar o bochecho com peróxido de hidrogênio a 1% ou lodopovidona a 0,2%, pois a Covid-19 é vulnerável à oxidação.

O principal objetivo da prevenção é enfraquecer a epidemia, preservar a saúde da população, diminuir os danos e as consequências socioeconômicas para o país. Nós estamos fazendo a nossa parte, e você? 

Foto de Edward Jenner no Pexels

Informações do Autor

Dr. Sergio Correia

Formado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 1997. Professor do Curso de Resolução Cirúrgica de Dentes Inclusos ABO-PR. Especialista em Dentística Restauradora ABO-PR (Latu Sensu). Especialista em Periodontia ABO-PG (Latu Sensu). Credenciado Sistema Neoguide de Implantes. Pós Graduado em Implantes Ilapeo/PR. Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE). Membro International Federation of Esthetics Dentistry (IFED).