(41) 99201 2700 (41) 3027 7200 sergiocorreia2700@me.com
higiene-de-protocolo-sobre-implante

Como fazer a higiene de protocolo sobre implante

Procedimento – indicado para pacientes com perda total dos dentes – recupera a qualidade de vida, mas exige uma atenção especial com a limpeza no dia a dia

O protocolo sobre implante surge como uma das melhores opções para pacientes que tiveram perda total dos dentes. Apesar de parecer algo extremamente complexo, a tecnologia simplificou essa cirurgia – especialmente a possibilidade de realizar procedimentos guiados – e recuperar a confiança e a autoestima de pacientes que tiveram problemas com o uso das dentaduras.

Embora os métodos tenham evoluído, o procedimento exige muita atenção do paciente em relação ao pós-operatório e, sobretudo, com a limpeza no dia a dia. Se a higiene do protocolo sobre implante não for feita da maneira adequada, tendo sucesso na remoção de resíduos alimentares e evitando o acúmulo de placa bacteriana em sua superfície, o paciente corre o risco de sofrer com o mau hálito e até atingir casos de peri-implantite, uma espécie de periodontite na região dos implantes.

Como ter sucesso nessa tarefa?

Além da escovação normal correta, com uso do fio dental e enxaguante bucal (veja aqui como escovar os dentes), a higiene de protocolo sobre implante não é algo complexo, só exige um pouco mais de atenção e alguns passos adicionais:

Escova de dentes unitufo – Encontrada em supermercados e farmácias por cerca de R$ 20, esse material é capaz de fazer a higiene específica de cada prótese e também dos implantes usados, garantindo o sucesso da higiene. Como seu próprio nome já diz, em vez de várias cerdas, a escova tem apenas um único tufo, concentrando a sua limpeza.

Fio dental com ponta rígida ou passa fio – Esses fios são indicados para a higiene de protocolo sobre implante e mesmo de aparelhos ortodônticos. Eles têm uma das extremidades mais rígida, o que facilita a passagem e a limpeza entre as próteses, já que a outra extremidade costuma ser esponjosa e limpa as regiões com delicadeza. Outra opção é o chamado “passa fio”, que facilita a inserção e a passagem do fio.

Jatos de água de pressão – São excelentes opções para a limpeza na parte inferior da prótese. Ainda tem um custo mais caro para o Brasil – a partir de R$ 300 –, mas são usados com o mesmo propósito da escova unitufo e não substituem o fio dental.

Outros cuidados

Por ser um procedimento complexo, o ideal é seguir a recomendação do dentista em relação aos retornos ao consultório. Essa avaliação será feita caso a caso, mas vai exigir, ao menos, duas visitas anuais ao dentista. Muito pouco para a melhoria da qualidade de vida obtida, certo?

Além disso, alguns hábitos devem ser evitados, em especial o tabagismo, pois ele costuma levar muitos micro-organismos e bactérias para a boca, atrapalhando a higiene de protocolo sobre implante.

Informações do Autor

Dr. Sergio Correia

Formado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 1997. Professor do Curso de Resolução Cirúrgica de Dentes Inclusos ABO-PR. Especialista em Dentística Restauradora ABO-PR (Latu Sensu). Especialista em Periodontia ABO-PG (Latu Sensu). Credenciado Sistema Neoguide de Implantes. Pós Graduado em Implantes Ilapeo/PR. Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE). Membro International Federation of Esthetics Dentistry (IFED).