(41) 99201 2700 (41) 3027 7200 sergiocorreia2700@me.com
clareamento-dental-curitiba

Clareamento dental: conheça as técnicas

Muito procurado na Odontologia Estética, o clareamento dental pode ser realizado por qualquer paciente interessado em melhorar a estética dental. Afinal, com o passar do tempo, é muito comum que os dentes fiquem mais amarelados ou manchados, devido a hábitos diários e ao consumo em excesso de bebidas e alimentos muito pigmentados (veja alguns dos alimentos que podem prejudicar os seus dentes).

Existem diversas técnicas de clareamento, dentre as principais e mais utilizadas estão a aplicação em consultório, a domiciliar ou uma junção das duas práticas. Apesar de ser considerado simples, o procedimento exige o acompanhamento de um especialista para avaliar e estabelecer a técnica, a concentração do gel clareador e o tempo de tratamento recomendado.

As técnicas de clareamento dental

No clareamento ambulatorial, realizado no consultório, são aplicados géis clareadores de última geração, sem a necessidade de uso de luz (a maioria das pesquisas aponta não haver benefício ou resultados comprovados com o uso da técnica).

Para esse procedimento, é recomendado, pelo menos, de duas a três visitas ao consultório, dependendo da cor dos dentes do paciente. Estudos advertem que, dependendo da fonte de luz e do tempo de exposição, pode haver aumento da temperatura pulpar, acarretando em irritação e hipersensibilidade dental.

O especialista em Estética e Periodontia Sergio Correia alerta que, para determinadas manchas, o procedimento não é recomendado. “Fazemos uma avaliação detalhada prévia, junto de exame fotográfico, para congregar a necessidade e a expectativa do paciente”, explica.

O clareamento domiciliar consiste no uso de um molde pré-fabricado aliado a um gel clareador. Nesse caso, o paciente usa a moldeira por determinado período, orientado pelo profissional.

Já a terceira técnica envolve a aplicação do gel clareador em consultório e a continuidade do tratamento em casa, também com o tempo determinado pelo profissional. Esse método é indicado para quem não tem muita disponibilidade para visitar o dentista periodicamente, mas não dispensa a supervisão do profissional durante o tratamento — o que é o ideal. Essa técnica combina maior velocidade inicial com resultados evidentes e duradouros.

Cuidados básicos

“Independentemente da técnica, é importante que o paciente tenha sempre os cuidados básicos de higiene e evite hábitos comuns, como fumar”, esclarece Correia.

O clareamento dental tem seus resultados em poucas semanas e a durabilidade aproximada é de 2 a 3 anos, dependendo dos hábitos do paciente. A sensibilidade é um dos poucos efeitos colaterais, mas o uso de produtos adequados minimiza os incômodos. “Trabalhamos com as melhores marcas de géis clareadores disponíveis no mercado, pensando no resultado do procedimento e no bem-estar e na autoestima do paciente”, diz o especialista de Curitiba.

Riscos do tratamento caseiro

É fundamental consultar um profissional antes de iniciar um tratamento de clareamento dentário, já que o procedimento só pode ser feito com a orientação de um dentista. Por determinação da Anvisa, a venda de produtos clareadores não pode ser feita a pacientes sem receita.

“Nem todos os pacientes têm indicação para o clareamento dental, pois, em alguns casos, o dente não vai atingir um bom resultado apenas com a técnicas. Às vezes, as facetas de porcelana são mais indicadas. Além disso, a presença de cáries, problemas gengivais, restaurações extensas e tártaro também contraindicam o procedimento”, explica Correia.

“O uso não recomendado pode trazer malefícios aos pacientes, especialmente a inflamação ou o sangramento nas gengivas e até mesmo manchas em toda a arcada dentária”, diz o dentista, que é membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética.

Esses riscos são reduzidos ao se consultar com um profissional, que vai indicar a técnica mais adequada, a concentração e o tipo de gel clareador e o tempo de tratamento. “Buscamos usar as técnicas mais avançadas de clareamento dental em Curitiba, conforme as características de cada pessoa, sempre com o propósito de oferecer conforto e segurança no tratamento”, ressalta o profissional.

A aplicação de moldes adequados — feitos individualmente para cada paciente — é imprescindível, pois evita que os géis sejam ingeridos, o que pode resultar em queimação ou outros tipos de problemas gastrointestinais.

Facetas de porcelana e clareamento dental juntos?

As facetas de porcelana em Curitiba têm procura muito alta, principalmente por pessoas que buscam melhorar a aparência dos dentes e aumentar a autoestima, afinal, elas melhoram a forma, cor e reposicionamento dos dentes, oferecendo melhor estética e conforto aos pacientes.

O primeiro passo para aqueles que desejam iniciar o tratamento com as facetas de porcelana é agendar uma consulta com um profissional. No atendimento, é feita uma avaliação completa para diagnosticar qual o grau das manchas nos dentes, sendo possível a indicação de um clareamento dental antes para, posteriormente, realizar o procedimento das facetas de porcelana. “Esses tratamentos, em conjunto, potencializam os resultados e trazem mais satisfação ao paciente, além de serem minimamente invasivos, o que significa que geram o mínimo de incômodos”, afirma Correia, que atua em Curitiba desde 1997.

Técnicas unidas

O dentista explica a importância de pensar na combinação de tratamentos para alcançar resultados perfeitos. “Realizar o clareamento dental antes de aplicar as facetas de porcelana permite que a coloração dos dentes fique mais uniforme e mais próxima dos que irão receber as facetas”, explica. Tanto as facetas quanto o clareamento dental fazem parte dos procedimentos da Odontologia Estética, uma das especialidades da Clínica Sergio Correia, localizada no bairro Batel, em Curitiba.

Ficou interessado em saber mais sobre o clareamento dental em Curitiba? Quer ter um sorriso mais branco e mais bonito? Agende uma consulta e venha ver qual o procedimento indicado para o seu caso.

Informações do Autor

Dr. Sergio Correia

Formado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 1997. Professor do Curso de Resolução Cirúrgica de Dentes Inclusos ABO-PR. Especialista em Dentística Restauradora ABO-PR (Latu Sensu). Especialista em Periodontia ABO-PG (Latu Sensu). Credenciado Sistema Neoguide de Implantes. Pós Graduado em Implantes Ilapeo/PR. Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE). Membro International Federation of Esthetics Dentistry (IFED).