(41) 99201 2700 (41) 3027 7200 sergiocorreia2700@me.com

Causa do Alzheimer pode estar associada à saúde bucal

Pesquisas afirmam que placas que ocasionam a doença se formam no cérebro para combater infecção causada por doenças periodontais, presentes em 1/3 da população mundial

Pesquisas recentes, como a publicada na revista New Scientist e no Journal of Alzheimer’s Disease – duas publicações de renome no campo da ciência e da saúde -, mostram que as pessoas com problemas periodontais estão mais suscetíveis ao Mal de Alzheimer, doença neurodegenerativa que causa esquecimentos e demência.

De acordo com os estudos, pessoas com periodontites e gengivites carregam a bactéria Porphyromonas gingivalis e, para combater essa infecção, placas senis são formadas no cérebro, causando a enfermidade. Outra hipótese é que a própria bactéria possa causar danos ao cérebro. De acordo com o estudo, 1/3 da população mundial é portadora da bactéria.

O que dizem os estudos?

“Os estudos dizem que as bactérias presentes nas inflamações bucais podem chegar à corrente sanguínea e atingir outras partes do corpo, como o cérebro. As pesquisas mostram que a própria bactéria pode causar danos, assim como a forma de defesa do corpo também pode resultar na morte de neurônios”, explica o dentista Sergio Correia, especialista em Periodontia em Curitiba.

Essas bactérias no cérebro desencadeiam uma resposta do sistema imune e são capazes de destruir os neurônios, provocando a demência e perda de memória. “Não é uma regra de que toda pessoa com doença periodontal terá Alzheimer, mas é um sinal de alerta para um cuidado ainda maior com a saúde bucal”, afirma Correia.

Segundo os resultados indicados pela New Scientist, cada pessoa tem uma propensão para as inflamações que possam afetar o sistema imunológico, de acordo com o seu estilo de vida, imunidade e, sobretudo, características genéticas. Esse é um dos fatores que está sendo pesquisado para detectar o tamanho do dano que pode ser causado pela bactéria ou pela resposta do corpo humano.

O Alzheimer atinge cerca de  1,2 milhão de casos no país e ultrapassa os 35 milhões de pessoas no mundo com a doença, segundo a Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz). Com o aumento da expectativa de vida, a demência se tornou a quinta causa de morte em todo o globo. Dentro desse grupo, o Alzheimer responde por 70% desses casos.

Ainda que as pesquisas tenham muito a evoluir, elas têm deixado a comunidade científica otimista, tanto em relação a encontrar tratamentos para o problema assim como encontrar meios e soluções que impeçam um avanço maior da doença. Ainda que sejam apenas hipóteses, vale um cuidado adicional com a saúde bucal pensando em um futuro com mais qualidade de vida.

Como prevenir

As doenças periodontais são formadas por placas bacterianas que se agrupam sobre os dentes e gengivas, causando as periodontites e as gengivites. Elas normalmente não causam dores e são caracterizadas pela gengiva inchada, vermelha ou sensíveis, com sangramento, pela retração gengival, mau hálito, dentes amolecidos e próteses desajustadas. Estima-se que um a cada dois adultos sofra com doenças periodontais.

“A melhor forma de prevenir é com a higienização constante, visita ao dentista periodicamente e atenção imediata aos primeiros sintomas. Quanto antes identificado, mais fácil o tratamento e menores as consequências”, alerta o dentista.As doenças periodontais já mostraram relação com outros problemas de saúde, como a diabetes e os problemas cardiovasculares. Além disso, é preciso estar atento com os hábitos do dia a dia, evitar o estresse e recorrer ao dentista no caso de qualquer anomalia.

Informações do Autor

Dr. Sergio Correia

Formado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 1997. Professor do Curso de Resolução Cirúrgica de Dentes Inclusos ABO-PR. Especialista em Dentística Restauradora ABO-PR (Latu Sensu). Especialista em Periodontia ABO-PG (Latu Sensu). Credenciado Sistema Neoguide de Implantes. Pós Graduado em Implantes Ilapeo/PR. Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE). Membro International Federation of Esthetics Dentistry (IFED).