(41) 99201 2700 (41) 3027 7200 sergiocorreia2700@me.com
harmonizacao-facial

A harmonização facial

O dentista pode auxiliar em vários tratamentos com o uso da toxina botulínica (botox) e realizando diversos tipos de preenchimentos; conheça mais sobre a harmonização facial em Curitiba

Ao longo dos últimos anos, a odontologia estética caiu no gosto da população brasileira – não se pode esquecer do aumento da procura por facetas de porcelana em comparação com as cirurgias plásticas. Em relação à Harmonização Facial, diversas partes do rosto são analisadas para se determinar um tratamento, que pode exigir a mescla de especialidades e o uso da toxina botulínica, o botox, ou o ácido hialurônico.

– Dentes

– Gengiva

– Lábios

– Nariz

– Expressões faciais e as marcas de expressão

“O primeiro passo é entender o que o paciente espera com o tratamento. Isso acontece por meio de uma entrevista profunda, a anamnese, e a realização de exames complementares para determinar como será o procedimento, o número de sessões, entre outras questões”, explica Sergio Correia, dentista em Curitiba e membro da sociedade brasileira de Odontologia Estética.

Em muitos casos, o paciente não apresenta nenhum problema de saúde: trata-se de uma questão de autoestima e estética. Assim como já ocorria em outros procedimentos clássicos da odontologia estética – como clareamentos e facetas de porcelana, por exemplo –, a toxina botulínica ofereceu uma nova perspectiva e oportunidade para encontrar o sucesso nos tratamentos de harmonização facial.

Veja algumas das correções e tratamentos que podem ser feitos por meio do uso do botox e do ácido hialurônico.

– Rugas – Indicativos naturais da pele, elas podem ser tratadas por meio da técnica.

Sorriso gengival Ao sorrir, a gengiva aparece em uma proporção maior, que, via de regra, incomoda os pacientes.

– Escultura labial – Com o passar do tempo ou dependendo da característica do paciente, os lábios ficam mais finos. Esse tratamento não utiliza o botox, mas o ácido hialurônico.

Bruxismo Relacionado à autoestima e qualidade de vida, o tratamento do bruxismo aparece em destaque, visto que costuma gerar dor de cabeça e outros incômodos aos pacientes.

– Regeneração de papilas – Quando há uma mudança na mucosa da gengiva, levando à formação de uma espécie de “triângulo negro”, na sobra dos espaços dos dentes. O botox pode diminuir ou acabar com esse problema.

Botox em Curitiba

A aplicação da toxina botulínica, o famoso botox, é tranquila e rápida, mas é essencial que seja feita por um profissional capacitado, com experiência e conhecimento. O dentista Sergio Correia já participou de cursos, como o de Toxina Botulínica e Biomateriais Preenchedores, realizado pelo Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico (Ilapeo), que capacita o cirurgião-dentista no diagnóstico e tratamentos que façam uso da toxina botulínica e de biomateriais de preenchimento.

Os estudos compreendem anatomia, toxina botulínica e preenchimento. É importante ter um conhecimento amplo sobre o rosto, músculos, sistema vasculonervoso, movimentos faciais, derme e epiderme, além dos mecanismos da ação, princípios ativos, efeitos, indicações, contraindicações e tratamentos possíveis com o botox.

“Tanto o uso da toxina botulínica quanto as técnicas de preenchimento são benéficas para a Odontologia, pois podemos aplicá-las em diversos procedimentos. É mais um ponto positivo para a área e para os pacientes, inclusive em casos que fogem da odontologia estética”, afirma Correia.

A toxina é uma opção nos tratamentos de Disfunção Temporomandibular (DTM), bruxismo, no pós-operatório de implantes e cirurgias periodontais, sorriso gengival e outros. Já o preenchimento pode ser realizado no sulco nasolabial, nos lábios, gengiva ou papila.

“É sempre bom aperfeiçoar novas técnicas e aprimorar o conhecimento para aplicar em nossos pacientes, que saem satisfeitos com os resultados”, diz o profissional, que já realizou outros cursos e esteve em congressos para ampliar as técnicas trabalhadas e conhecer as novidades de outros estados e países.

Bichectomia

Você já deve ter ouvido falar em bichectomia, a nova moda do momento, principalmente no mundo das celebridades. Mesmo que não tenha ouvido falar, é possível que já tenha visto alguém que se submeteu a esse procedimento, que tem como objetivo afinar o rosto. Mas, você sabia que esse procedimento traz muitos riscos?

Como funciona a cirurgia?

Durante o procedimento, é feita a retirada total ou parcial das bolsas de Bichat, duas bolas de gordura – uma em cada lado do rosto -, que ficam entre a mandíbula e o maxilar.  Mas por que retirá-las? “Muitas pessoas procuram por essa cirurgia unicamente por questões estéticas, mas esquecem de todo o perigo que qualquer procedimento cirúrgico pode causar”, afirma Sergio Correia, dentista em Curitiba.

Vale ressaltar que o tamanho das bolas de Bichat não tem nada a ver com a quantidade de gordura corporal, portanto, tire da cabeça a ideia de que emagrecer diminuirá sua bochecha.

Quais os perigos da bichectomia?

Essa região da bochecha é o caminho de diversos ramos dos nervos da face, responsáveis pela movimentação dos lábios. “Lesionar essa região pode resultar em paralisia, uma sequela que pode ser temporária ou permanente”, salienta o profissional, que recomenda muita atenção com a bichectomia em Curitiba.

Apesar de a cirurgia ter foco estético, a harmonia da face também pode ser prejudicada, caso haja a retirada em excesso. “A harmonização facial pode ser realizada por outros métodos, menos invasivos e igualmente eficientes, como o preenchimento com ácido hialurônico”, comenta Correia.

Além disso, essa região da face, com o envelhecimento, vai perdendo gordura e a retirada das bolsas previamente trarão um aspecto ainda mais envelhecido.

“O ideal é pesquisar e buscar por métodos menos agressivos, sempre realizados por profissionais credenciados e habilitados para tal”, diz Correia, que atende com o procedimento de aplicação de ácido hialurônico em seu consultório no bairro Batel, em Curitiba.

Interessado em fazer algum procedimento da Odontologia Estética, da harmonização facial e do uso do botox em em Curitiba? Procure um dentista em Curitiba certificado.

Informações do Autor

Dr. Sergio Correia

Formado em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 1997. Professor do Curso de Resolução Cirúrgica de Dentes Inclusos ABO-PR. Especialista em Dentística Restauradora ABO-PR (Latu Sensu). Especialista em Periodontia ABO-PG (Latu Sensu). Credenciado Sistema Neoguide de Implantes. Pós Graduado em Implantes Ilapeo/PR. Membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE). Membro International Federation of Esthetics Dentistry (IFED).